Filipe Toledo arrepia na estreia no Vans US Open; Bino Lopes se choca com o píer e sai da água com múltiplas escoriações e o nariz quebrado.
Por Redação Waves em 01/08/17

1400x903

Filipe Toledo arrepia na estreia no Vans US Open. Foto: WSL / Morris.

 

Embalado pela brilhante vitória em Jeffreys Bay e totalmente à vontade em Huntington Beach, Califórnia (EUA), o paulista Filipe Toledo fez uma belíssima estreia no Vans US Open, QS 10.000 da World Surf League.
Nesta terça-feira, em ondas de 1 metro e formação regular, foram disputados mais cinco duelos do round 2 da prova.

Com notas 7.33 e 8.10, o top da elite mundial superou o norte-americano Ian Crane, o japonês Shun Murakami e o conterrâneo Hizunomê Bettero, que acabou em quarto com 4.83 e 6.83 nas duas melhores ondas.

Assim como Hizu, os baianos Marco Fernandez e Bino Lopes deram adeus à competição.

Depois de fazer uma boa estreia na prova, Fernandez perdeu por muito pouco para o australiano Jack Freestone.

Os dois brigavam para entrar na zona de classificação e conseguiram ultrapassar o taitiano Mihimana Braye, segundo colocado no duelo liderado pelo francês Marc Lacomare.

Jack somou 4.20, virando para segundo. Fernandez passou a precisar de 4.10, mas obteve 3.73 na última onda.

1200x668

Bino Lopes se choca com o píer e sai da água com múltiplas escoriações e o nariz quebrado. Foto: Reprodução.

Em seguida, Bino Lopes entrou com tudo na água e estava no páreo para entrar na zona de classificação, buscando de 7.14.

Porém, o atleta apostou em uma esquerda em frente ao píer e se deu mal, caindo da prancha e saindo da água com múltiplas escoriações pelo corpo, inclusive com o nariz quebrado.

Ainda faltavam cerca de 10 minutos para o término, mas, devido aos sangramentos, o baiano teve de abandonar a bateria e foi atendido pelo médico da competição. Em seguida, Bino foi levado a um hospital para passar por alguns exames. O atleta teve uma pequena fratura no nariz e levou 3 pontos na região, além de 3 pontos no supercílio.

Duelos pendentes

Mais 11 brasileiros tentam a classificação à terceira fase: David do Carmo, Yago Dora, Ian Gouveia, Heitor Alves, Michael Rodrigues, Krystian Kymerson, Jadson André, Tomas Hermes, Miguel Pupo, Caio Ibelli, Italo Ferreira e Jessé Mendes.

Já classificados na última segunda-feira, Alejo Muniz, Lucas Silveira e Victor Bernardo aguardam o round 3.