Italo passa por dentro

Italo Ferreira e Filipe Toledo passam sufoco, mas vencem repescagem do Bali Pro. Nova chamada acontece nesta segunda-feira (28), às 19:30 horas (de Brasília).

Italo vence bateria da repescagem nos últimos minutos.

Os brasileiros Filipe Toledo e Italo Ferreira venceram suas baterias da repescagem e garantiram vaga na terceira fase do Bali Pro, no último domingo (27), em Keramas, Indonésia.

Em uma disputa apertada, Italo Ferreira derrotou o wildcard Barron Mamiya em ondas pouco maiores de 2 metros e bons tubos em Keramas.

O havaiano largou na frente com 6.17 em um tubo curto de frontside e aumentou a diferença, com 4.97 em outra onda parecida.

Com apenas 5.27 na melhor onda, o brasileiro teve dificuldade para encontrar os tubos, mas a poucos minutos do fim conseguiu sair limpo de uma craca para arrancar 6.17 e vencer por 11.84 a 11.14.

“O Barron começou bem, pegando boas ondas no início e eu fiquei lutando para encontrar um ritmo”, comenta Italo Ferreira. “A outra única vez que surfei uma bateria contra o Barron, ele me derrotou, então achei que ia acontecer de novo. Mas, felizmente, eu tive sorte em pegar uma boa onda no final para conseguir a vitória”.

Filipe Toledo derrota wildcard local Oney Anwar.

Quem também derrotou um wildcard foi Filipe Toledo. Na abertura da repescagem, ele passou pelo indonésio Oney Anwar em um duelo equilibrado e de boas ondas.

Oney demonstrou conhecimento local para anotar 6.00 e 5.00 logo no começo e jogar a pressão para o atual vice-líder do ranking.

Precisando de 9.93 e sem prioridade, o brasileiro ficou em situação complicada, mas soube reverter com um aéreo reverse e uma sequência de rasgadas precisas de nota 7.17.

Nos minutos finais, Filipinho conseguiu um tubo e uma manobra forte na junção para arrancar 5.60 e virar o placar, vencendo por 12.77 a 11.00.

“Demorei um pouco para entrar no ritmo, mas as ondas vieram e estou feliz por ter conseguido surfar bem essa bateria”, comemora Toledo. “Sabia que ia ser difícil enfrentar o Oney (Anwar), pois ele conhece muito bem as ondas aqui e é muito bom nessas condições. Fico contente em continuar surfando neste evento porque as ondas estão bombando”.

Adriano de Souza avança direto ao terceiro round.

Na bateria anterior, ainda válida pela primeira fase, Adriano de Souza mostrou muita técnica para mandar Sebastian Zietz e Yago Dora para a repescagem com o maior somatório do evento, 15.50.

Mineirinho escolheu as melhores ondas da bateria e somou 7.67 e 7.83 em dois tubaços de frontside, garantindo seu lugar no terceiro round. Sebastian terminou em segundo, com 8.67, e Yago foi o terceiro, com apenas 2.17 em suas melhores ondas.

“Pegar tubos é o que eu mais amo no surfe”, diz Adriano de Souza. “A Indonésia é um dos meus lugares preferidos no mundo. Aqui você só surfa, come, dorme e repete tudo no outro dia. As pessoas daqui são incríveis e as ondas são como as que você sempre sonhou surfar, então estou muito feliz em passar para a terceira fase”.

A baixa brasileira do dia foi a eliminação de Miguel Pupo para o australiano Ace Buchan, na quarta bateria da repescagem, quando as ondas começaram a piorar em Keramas.

O paulista liderou boa parte do confronto, só que o australiano achou uma boa onda no último minuto para ganhar de virada, por 9.90 a 8.76 pontos.

Condições são melhores pela manhã em Keramas.

Depois das vitórias de Michael February e Keanu Asing, os fortes ventos entraram e forçaram a direção de prova a paralisar a prova antes da sétima bateria da repescagem.

Previsão O swell de sul / sudoeste deve baixar um pouco nesta terça-feira em Bali, mas ainda mantém um bom tamanho e deve proporcionar ondas maiores de 1 metro com melhor formação na parte da manhã, quando os ventos e a maré estão favoráveis em Keramas.

Para os dias seguintes, uma nova sequência de ondulações de tamanho médio é esperada pela direção de prova.

Uma nova chamada acontece nesta segunda-feira (28), às 19:30 horas (de Brasília).

Bali Pro 2018

Segunda fase

1 Filipe Toledo (BRA) 12.77 x 11.00 Oney Anwar (IDN)
2 Italo Ferreira (BRA) 11.84 x 11.14 Barron Mamiya (HAV)
3 Mikey Wright (AUS) 14.17 x 7.83 Kolohe Andino (EUA)
4 Adrian Buchan (AUS) 9.90 x 8.76 Miguel Pupo (BRA)
5 Michael February (AFR) 9.56 x 6.73 Wade Carmichael (AUS)
6 Keanu Asing (HAV) 8.47 x 8.00 Sebastian Zietz (HAV)

Baterias pendentes

7 Frederico Morais (PRT) x Ian Gouveia (BRA)
8 Matt Wilkinson (AUS) x Joan Duru (FRA)
9 Kanoa Igarashi (JPN) x Jessé Mendes (BRA)
10 Ezekiel Lau (HAV) x Patrick Gudauskas (EUA)
11 Michael Rodrigues (BRA) x Yago Dora (BRA)
12 Tomas Hermes (BRA) x Connor O´Leary (AUS)

Primeira fase

1 Joel Parkinson (AUS) 10.37, Italo Ferreira (BRA) 10.10, Keanu Asing (HAV) 7.17
2 Owen Wright (AUS) 14.17, Michael February (AFR) 9.74, Ezekiel Lau (HAV) 9.57
3 John John Florence (HAV) 15.17, Michael Rodrigues (BRA) 8.00, Miguel Pupo (BRA) 4.16
4 Conner Coffin (EUA) 10.94, Filipe Toledo (BRA) 9.46, Mikey Wright (AUS) 5.84
5 Gabriel Medina (BRA) 5.60, Barron Mamiya (HAV) 2.97, Tomas Hermes (BRA) 2.07
6 Julian Wilson (AUS) 11.50, Connor O’Leary (AUS) 6.44, Oney Anwar (IND) 6.27
7 Jeremy Flores (FRA) 8.77, Kolohe Andino (EUA) 8.66, Ian Gouveia (BRA) 2.73
8 Jordy Smith (AFR) 15.10, Joan Duru (FRA) 13.04, Kanoa Igarashi (JPO) 8.33
9 Griffin Colapinto (EUA) 15.07, Adrian Buchan (AUS) 10.83, Jessé Mendes (BRA) 10.40
10 Michel Bourez (TAI) 12.16, Patrick Gudauskas (EUA) 8.57, Matt Wilkinson (AUS) 5.67
11 Willian Cardoso (BRA) 7.84, Frederico Morais (POR) 6.44, Wade Carmichael (AUS) 4.83
12 Adriano de Souza (BRA) 15.50, Sebastian Zietz (HAV) 8.67, Yago Dora (BRA) 2.17

Feminino

Primeira fase

1 Tyler Wright (AUS), Johanne Defay (FRA), Coco Ho (HAV)
2 Tatiana Weston-Webb (BRA), Caroline Marks (EUA), Bronte Macaulay (AUS)
3 Stephanie Gilmore (AUS), Sage Erickson (EUA), Carol Henrique (POR)
4 Lakey Peterson (EUA), Keely Andrew (AUS), Paige Hareb (NZL)
5 Carissa Moore (HAV), Silvana Lima (BRA), Courtney Conlogue (EUA)
6 Nikki Van Dijk (AUS), Sally Fitzgibbons (AUS), Malia Manuel (HAV)